São João em Salvador atrai baianos e turistas de outros estados - EddBala Entretenimento

São João em Salvador atrai baianos e turistas de outros estados - EddBala Entretenimento

Edd Bala

blog

São João em Salvador atrai baianos e turistas de outros estados

A baiana sempre pesente etre os ícones  do estado preferidos pelos turistas   Mateus Pereira/GOVBA

A baiana sempre pesente etre os ícones do estado preferidos pelos turistas Mateus Pereira/GOVBA

O São João do Centro Histórico de Salvador continua atraindo milhares de baianos e de turistas de todas as idades. A arquiteta paulista Carina Silva, de 27 anos, nunca havia participado de uma festa junina, mas a experiência no Terreiro de Jesus fez a visitante se apaixonar pelos festejos e, mesmo antes do final da edição de 2015, reservar no calendário do próximo ano o retorno para a capital baiana.

“Adorei a decoração, o clima é sensacional. É muito bom saber que cidade está sendo aproveitada desse jeito, com vida. Está sendo muito gostoso. Estou gostando mais até do que o Carnaval, que eu amo. Todo mundo curte, todo mundo vem para a rua com o intuito de se divertir”, enfatizou.

Desde o forró tradicional até o universitário. Foram várias as canções interpretadas pelos artistas. Uma em especial marcou a noite do casal Valter José de Oliveira, de 65 anos, e da esposa, Ana Dulce Oliveira, de 62 anos – Riacho do Navio, do cantor e compositor Luiz Gonzaga. A canção foi tema do namoro dos dois, que em 2015 completaram 41 anos de casados. “Está sendo ótimo recordar uma época tão maravilhosa. A gente estava relembrando situações que aconteceram muitos anos atrás. É gostoso ter histórias para lembrar”, disse Ana Dulce.

Segundo Valter, todo ano o São João era curtido no município de Barra, no oeste da Bahia, mas por recomendação de amigos resolveu conhecer a festa no Pelourinho. “Sempre ouvi falar do São João do Pelourinho e bateu curiosidade. Cheguei hoje de Simões Filho e não estou arrependido. Na minha idade, não me privo de ser feliz. Estou com a minha esposa dançando um forró, que nos faz sentir jovens de novo. Aqui está tudo estruturado a ponto da gente poder curtir despreocupado”, afirmou.

Quem também optou pela capital para dançar forró foi a professora Conceição Fagundes, que visitou o local acompanhada de amigos e familiares. Para a educadora, o lugar proporciona a chance de resgatar o São João do passado. “Para mim o que reforça ainda mais a vontade das pessoas virem ao São João do Pelourinho é justamente o clima família. Está sendo o lugar ideal para crianças e idosos aproveitarem o período junino em um ambiente de festa seguro”.

Com informações da Secom-Ba.

Via:: http://www.bahiatursa.ba.gov.br/

Deixe aqui seu comentário: