Para Diogo Medrado, carnaval está acima das discussões políticas - EddBala Entretenimento

Para Diogo Medrado, carnaval está acima das discussões políticas - EddBala Entretenimento

Edd Bala

blog

Para Diogo Medrado, carnaval está acima das discussões políticas

Diogo Medrado na Comissão Especial do Carnaval na Câmera de Salvador Foto-Elói Corrêa-GOVBA

Diogo Medrado na Comissão Especial do Carnaval na Câmera de Salvador Foto-Elói Corrêa-GOVBA

“O carnaval de Salvador tem que ser tratado como uma organização acima de discussões políticas”, defendeu  o superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado, na manhã desta quinta-feira (23/4),  na  segunda audiência pública realizada pela Comissão Especial do Carnaval  da Câmara de Salvador para discutir o planejamento da festa de 2016.

“O Carnaval é uma instituição muito maior que o Governo do Estado e a Prefeitura de Salvador, e  a gente tem que tratar como um negócio que pode ser  lucrativo tanto para o governo,  a prefeitura e a sociedade. A união, nesses aspecto , só traz o bem”, acrescentou.

Nesse sentido, a Bahiatursa está elaborando projetos para  sentar com Isaac Edington (presidente da Saltur) e Érico Mendonça (secretário de Cultura e Turismo de Salvador) para viabilizar a parceria com a prefeitura para 2016, disse o superintendente.  “Também coloco a Bahiatursa à disposição de todas as classes para apresentar suas propostas e opiniões”, afirmou.

PARTICIPAÇÃO – Medrado disse que  a Bahiatursa tem que participar mais das decisões do Conselho Municipal do Carnaval – Comcar, onde o governo tem seis votos, e que todas as audiências da Comissão do Carnaval terão  um representante da Bahiatursa.

Diogo destacou a interseção entre o governo e  a prefeitura, com algumas parcerias. “Este ano, participamos mais efetivamente com R$ 75 milhões e mais de R$ 12 milhões do governo federal com recursos do Banco do Brasil, da Petrobras e da Caixa Econômica Federal”, disse o superintendente.

Ele acrescentou que os investimentos foram além com nove trios elétricos, três deles em parceria com o Comcar, quatro minitrios e a contratação de mais de 35 atrações, como Bell Marques, Timbalada, Sarajane e Luiz Caldas, além do apoio às cidades do interior.

SEGMENTOS – Moderada pelo vereador Arnando Lessa, presidente  da Comissão do Carnaval, a audiência, realizada no Centro de Cultura da Câmara,  contou com  a presença, além de vereadores,  de representantes dos mais diversos segmentos que organizam e fazem o carnaval de Salvador: cantores independentes,  associação baiana de camarotes, produtores culturais, associações de bairros, dentre outros que mantiveram discussões acaloradas  em torno da programação e organização da folia.

Diogo Medrado destacou também a folia nos bairros: “Embora não tenha saído 100% como planejamos, a gente vai aprendendo com os erros e eu espero que em 2016 a gente faça um carnaval mais efetivo, mais organizado”, disse, ao enumerar bairros como Itapuã, Periperi, Boca do Rio e Plataforma que contaram com ações da Bahiatursa em parceria com a prefeitura, incluindo uma programação especial para as crianças em alguns deles.

Destacou que dos R$ 75 milhões de recursos próprios investidos pelo governo R$ 35 milhões foram apenas em segurança. “A Secretaria da Segurança Pública está de parabéns, pois nenhuma polícia do mundo tem a capacidade organizacional que tem o Governo do Estado e a SSP quanto à gestão do Carnaval. São dois milhões de foliões na rua, tirando  aí o circuito dos bairros. Inclusive foi o serviço público mais parabenizado. Então,  acho que é  inquestionável o quesito segurança pública no governo do estado”.

Via:: http://www.bahiatursa.ba.gov.br/

Deixe aqui seu comentário: