Luiz Caldas, Sarajane, Margareth Menezes e Anitta agitaram a sexta-feira do Carnaval da Bahia - EddBala Entretenimento

Luiz Caldas, Sarajane, Margareth Menezes e Anitta agitaram a sexta-feira do Carnaval da Bahia - EddBala Entretenimento

Edd Bala

blog

Luiz Caldas, Sarajane, Margareth Menezes e Anitta agitaram a sexta-feira do Carnaval da Bahia

Luiz Caldas, o pai do axé, foi uma das atrações da Barra Foto: Fred Pontes/ Bahiatursa

Tony Salles, Ricardo Chaves, Babado Novo , Dilsinho e Trio da Huanna também
participaram da festa promovida pelo Governo do Estado na Barra e na Avenida

Luiz Caldas, o pai do axé, foi uma das atrações da Barra Foto: Fred Pontes/ Bahiatursa

Os artistas patrocinados pelo Governo do Estado, por meio da Bahiatursa, estiveram entre as grandes atrações da noite de sexta-feira nos circuitos Dodô (Barra) e Osmar (Campo Grande). Anitta fez um desfile que esbanjou graça, simpatia com um look inspirado no clipe Essa Mina Louca, dominado pelo rosa, a cor do empoderamento.

Convidados como Jojo Todynho, de Que Tiro Foi Esse?, e ÀttøøxxÁ, de Polpa da Bunda (Elas Gostam) – dois dos maiores sucessos do Carnaval 2018 – levaram os foliões à loucura. Além de sucessos estourados como Vai, Malandra, Anitta homenageou a cantora Ivete Sangalo, que deu à luz gêmeas na madrugada deste sábado, cantando sucessos como Não Para, Se Ela Dança, Eu Danço e Chupa Toda.

Foi uma noite de magia, na Barra, que reuniu em cima de trios independentes o pai do axé, Luiz Caldas, e a rainha do samba reggae, Margareth Menezes. Ele, dono de sucessos como Tieta, Haja Amor e Fricote; ela, Dandalunda, Tote de Maianga, Faraó e inúmeros hits. A noite teve ainda o Parangolé de Tony Salles, apostando em músicas como Sarra Toma, e o ‘sistema bruto’ do Trio da Huanna fazendo o Carnaval do ‘povo mais criativo do Brasil’.

Na Avenida, a tradicional elegância de Ricardo Chaves abriu o desfile do Carnaval sem cordas do Governo do Estado, relembrando antigos sucessos como Pequena Eva, É o Bicho e Balanço do Trem. Sarajane veio no embalo puxando o bloco Me Deixe à Vontade e comemorou os 30 anos de um dos seus maiores hits, A Roda. Vale, Merengue Deboche, muito suingue e a alegria contagiante de uma das cantoras mais queridas da axé-music tomaram conta da Avenida.

A sexta-feira da Avenida 7 de Setembro teve ainda a banda Babado Novo, com a cantora Mari Antunes, que repetiu o sucesso da noite anterior na Barra, e o cantor carioca Dilsinho, considerado a revelação do samba romântico em 2017. Desfilando em um trio sem cordas intitulado Bloco do Dilsinho, aos 25 anos, ele apareceu de visual novo, com o cabelo platinado.

Via:: http://www.bahiatursa.ba.gov.br/

Deixe aqui seu comentário: