BaianaSystem três dias no Carnaval da Bahia - EddBala Entretenimento

BaianaSystem três dias no Carnaval da Bahia - EddBala Entretenimento

Edd Bala

blog

BaianaSystem três dias no Carnaval da Bahia

em seus shows, a banda apresenta riffs de guitarras, percussão e batidas eletrônicas Foto: Cartaxo

Em seus shows, a banda apresenta riffs de guitarras, percussão e batidas eletrônicas Foto: Cartaxo

Governo do estado anuncia que a banda fará dois dias de trio e um de palco

A mais de mil decibéis. Com desconto da liberdade poética da música, a BaianaSystem estará em três dias do Carnaval da Bahia. O Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa), contratou a banda para dois dias de trio no sábado (dia 10) e terça-feira (dia 13), na Barra e Avenida, respectivamente. A atração ainda fará o domingo, dia 11, no palco do Largo do Pelourinho, montado pela Secretaria de Cultura.

Comandada por Russo Passapusso, em seus shows a banda apresenta riffs de guitarras, muita percussão e batidas eletrônicas que servem como pano de fundo para a crítica e a discussão de diversas questões sociais. Inspirada no Sound System jamaicano com tempero brasileiro, a atração surgiu em 2009.

O primeiro disco foi lançado em 2010. Em 2017 lançou a canção Capim Guiné. “’Multiplicados somos mais fortes’. É com essa mensagem que saiu o clipe do BaianaSystem”, afirma Russo Passapusso, um dos responsáveis pela composição, que tem a participação da angolana Titica e de Maragareth Menezes.

“Acreditamos que a BaianaSystem pode ser considerada ‘os novíssimos baianos’, uma banda que apresenta o que é o nosso Carnaval, já que associa elementos tradicionais, como a guitarra baiana e ritmos do Recôncavo, as batidas eletrônicas, uma mistura, assim como a nossa festa momesca”, revela o superintendente Diogo Medrado.

Em 2016, a BaianaSystem ganhou visibilidade internacional com a faixa Playsom, que faz parte da trilha sonora do jogo Fifa 2016. A canção integra o segundo álbum do grupo, Duas Cidades. Quando começou, o grupo tinha o objetivo de encontrar novas formas sonoras para a guitarra baiana.

Oriunda do som das ruas, as influências vem do ijexá, afoxé, dancehall, pagodão, sambareggae, cumbia, chula, dub, cabula, kuduro, samba duro, cantiga de roda e eletrônica. No repertório, Playsom, Lucro (Descomprimindo), e Barravenida parte 2, além de Capim Guiné.

Via:: http://www.bahiatursa.ba.gov.br/

Deixe aqui seu comentário: