Diferentes gerações do grafite na Bahia cobram respeito por meio da arte - EddBala Entretenimento

Diferentes gerações do grafite na Bahia cobram respeito por meio da arte - EddBala Entretenimento

Edd Bala

blog

Diferentes gerações do grafite na Bahia cobram respeito por meio da arte

Em Cajazeiras, há diversos grafites de Nikol; a maioria traz o nome dele | Foto: Felipe Iruatã | Ag. A TARDE - Felipe Iruatã | Ag. A TARDE


O “Ebó de tinta de Lee, 40 anos, carrega a luta contra o ódio religioso. No colorido e na complexidade dos traços de Nikol, 31, a essência do grafite e a alegria de quem pinta brincando, mas também exige valorização. E nas diversas faces de Zorêa, a personagem de Quel, 26, a luta contra o racismo e pela representatividade negra. Três gerações do grafite da Bahia. Três estilos diferentes. Cada um a seu modo, eles fazem ecoar dos muros os gritos por respeito e igualdade. [Leia mais…]

Via:: http://atarde.uol.com.br/arquivos/rss/cultura.xml

Deixe aqui seu comentário: